Por onde anda a menina desta foto Phan Thi Kim Phuc

 Foto tirada em 8 de junho de 1972 mostra um pequeno grupo de crianças fugindo das explosões na vila de Trang Bang, no Vietnã. A imagem tornou-se símbolo da guerra. Kim Phuc aparece nua, no centro, entre o irmão mais novo, Phan Thanh Phouc, que perdeu um olho, e dois primos, que aparecem de mãos dadas, Ho Van Bon e Ho Thi Ting 






Phan Thị Kim Phúc, também conhecido como Kim Phúc (nascida em 1963), é embaixadora da Boa Vontade da UNESCO. Entretanto, é conhecida como a garota que apareceu nesta foto da Guerra do Vietnã
Ela possuía cerca de nove anos na época da imagem, em que fugia de seu povoado, que estava sofrendo um bombardeiro de napalm. Até hoje, esta imagem, tirada em 8 de junho de 1972, é lembrada como uma das mais terríveis da Guerra do Vietnã. A fotografia foi tirada por Huynh Cong Ut da agência Associated Press e recebeu o Prêmio Pulitzer de 1973.
Atualmente, Kim Phúc reside no Canadá e possui dois filhos.




















A história desta foto já foi completa e amiudemente narrada em livros,   revistas e documentários.  Nada no mundo abrandará a expressão de desespero e dor na face dessas crianças. Nada apagará a mensagem codificada numa rede de signos visuais, que remetem ao tema da “inocência ultrajada”. Mais que o choro e o pânico, chocam-nos os pés descalços e a nudez da criança. Ninguém nesta foto parece mais desprotegido, desamparado e humilhado do que esta menina. Ela personifica uma brutalidade bélica sem par contra a infância. Nas entrelinhas de seu protesto inaudível, podemos ler: “Tiraram tudo de mim”.




Vão aqui alguns dados formais sobre esta fotografia:
  1. A imagem foi feita em 1972, durante a Guerra do Vietnã, nos arredores da aldeia de Trang Bang. 
  2. O fotógrafo, Nick Ut, trabalhava para a Associated Press e estava ali cobrindo um ataque com Napalm da aviação norte-americana. A foto lhe rendeu um prêmio Pulitzer, um reconhecimento profissional cobiçado por qualquer repórter fotográfico a serviço da imprensa estadunidense. 
  3. A menina chama-se Phan Thi Kim Phuc. Naquele dia, ela perdeu vários parentes, mas conseguiu sobreviver milagrosamente graças à interferência pessoal de Nick Ut. Este, vendo a gravidade de seus ferimentos, largou as câmeras e a levou até o hospital mais acessível. Lá, dirigiu-se aos médicos e praticamente os obrigou a dar prioridade de atendimento a ela. Esta é uma das partes bonitas da história, a outra é que Nick Ut jamais mencionaria essa boa ação nos anos seguintes, mesmo sabendo que ele próprio poderia se tornar uma grande matéria para jornais e revistas. 
  4. Kim Phuc passou mais de um ano no hospital e, depois de muitas cirurgias, conseguiu se recuperar das muitas queimaduras de primeiro grau que sofrera. 
  5. Ela hoje mora no Canadá e se tornou embaixadora da Unesco por uma Cultura de Paz. Em suas viagens, divulga ideais de paz e harmonia entre os povos.  

Autor gazetabarauna

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Para Editá-lo no html ok
    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

7 Pessoas comentaram:

Ee disse...

O SER HUMANO NÃO MERECE EXISTIR.

Anônimo disse...

Não eram os americanos que estavam bombardeando a aldeia e sim as tropas sul-vietnamitas. Ela e os demais habitantes do povoado correram para o lado dos americanos a fim de fugirem dos soldados norte-vietnamitas (comunistas). Depois da Guerra foi usada como garota propaganda do regim comunista. Quando estava estudando em Cuba e em viagem de lua de mel para Moscou. Pediu asilo ao Canada quando o avião fez uma escala naquele país. Ela condena os governos de esquerda até os dias de hoje.

Anônimo disse...

Sim, seres humanos como vc nao merecem mesmo existir. Essas pessoas que nao valorisam os seres humanos sao as que tem coragem de cometer essas atrocidades. E que os bons coracoes nao paguem por esses pecados. Que Deus perdoe esse seu comentario.

Linkicha - Agregador de links disse...

O ser humano é inacreditável...

Linkicha - Agregando ótimos links: www.linkicha.com.br

Anônimo disse...

O site de relacionamentos para quem curte Rock n' Roll!

http://www.sexbook.rocks.it/

Espalha essa porrae!


Sexo, Rock e Atitude!

Ee disse...

Não é por causa de não valorizar (com z) o ser humano que eu disse, eles não deveriam existir. Aliás muito pelo contrário. A verdade é que o ser humano só age contra ele mesmo, em todos os sentidos.
Deus mesmo já se arrependeu de ter feito o ser humano. Se vc acredita na Bíblia leia lá, em Gênesis, isso.

Lena disse...

Quem salvou a vida dela também é um ser humano.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Vídeo do dia

RECOMENDO

2leep.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enquanto isso no Ocioso